O Home Office e ou trabalho em casa vem se expandindo no Brasil com o avanço das tecnologias.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

O CENÁRIO DA MUDANÇA NO PAÍS EM RELAÇÃO A EMPREGO, TRABALHO E HABITAÇÃO - QUE PRECISAMOS.



Quando você começa a pensar o que impulsionou o país a crescer lendo livros de história em relação a trabalho, indústria, imigração, produção, e por fim tecnologia, isto lhe da uma base de imaginar criação de riquezas e diminuição da pobreza.

download
Crescimento com redução da pobreza
Infelizmente não é isto que acontece porque existe uma balança que hora sobe e hora cai impulsionada pelo consumo e acima de tudo a cultura individual de cada pessoa que não tem em mente um preparo financeiro para o futuro. Em meio a esta cultura existe a segunda que é a habitação o povo espera sempre do governo para ter a casa própria. Isto é correto? Sim em partes.


Explicando cada parte o governo cabe o planejamento do estado e do país junto a uma equipe de arquitetos e engenheiros as demarcações de áreas para a indústria o comercio, residência, áreas de laser, escolas, transportes, igrejas, etc.

Agora outra parte cabe às pessoas cada uma trabalhar e comprar sua casa própria e viver de acordo com as necessidades básicas.

Mas o que acontece na vida real:


Os governantes não fazem isto, porque existe uma pressão pública e de base governamental que a cada plano criado seja qual for a se não aceita e faz de tudo para derrubar este governo ou fazer com que ele nunca seja eleito alguém pode pensar que estou dizendo isto porque estou apoiando o governo do momento ou que perdeu seu cargo não nunca fui petista desde minha adolescência nunca gostei de greve de passeata e de manifestações e seja de direita ou esquerda não me interessa estou dizendo aqui sobre planejamento para termos uma vida básica e normal com empregos.

O governo se tivesse base aliada que planejasse e fizesse certo o que tem de ser feito o que é a necessidade básica da população e a população por si só tivesse uma cultura financeira desde suas casas e cultura empreendedora ficaria pouco para os governos fazer cada um fazendo sua parte e acima de tudo não havendo a especulação imobiliária que encarece os imóveis a tal ponto que ninguém consegue comprar e que houvesse controle nas invasões e loteamentos clandestinos.


São detalhes fáceis de resolver, mais que cada um quer ficar com a fatia do bolo sem se importar com os outros. Isto não quer dizer que é ser socialista e sim viver em um capitalismo justo com cada um tendo uma cultura de sua própria criação de riquezas.
Exemplo é agora a era da informática e o home Office em grande crescimento, é uma coisa a ser explorada para o empreendedorismo, mas as pessoas continuam a achar que tem que ter um trabalho com CLT e carga horária e benefícios, as empresas também acreditam que porque vão dar o beneficio tem que continuar a cobrar mais deste funcionário enfim vivemos em uma cultura arcaica do escravagismo que somos presos a ela e não queremos nos libertar querendo sempre ter alguém que nos mande que nos grite e nos obrigue a fazer algo.


Se não sentirmos a obrigação de trabalhar não trabalhamos, se não nos obrigarem a comprar uma casa não compramos e quando estamos sem anda ou invadimos o que é dos outros ou então culpamos o governo o governo por si só não faz nada.





Vi uma entrevista que o eis presidente Fernando Collor falava sobre uma medida que ele tomou para conter a inflação que o tirou do poder naquele momento ele precisava de conselheiros políticos para não errar a sede de poder de alguns fizeram com que ele errasse e caísse. Eu não estou justificando o seu erro nem o que houve com a eis presidente Dilma agora até porque não sou simpatizante nem de um nem de outro, somente acredito que se um presidente não trabalha sozinho. Agora entre todos os presidentes que já conheci o mais inteligente foi Fernando Henrique Cardoso depois da ditadura e na era dos governos militares acredito que foi João Batista Figueiredo, mas que não conseguiram criarem um sucessor a altura de cada um para continuar o que fizeram e os que vieram depois deles um deles já estava há mais de quarenta anos lutando para conseguir o poder e não faz nada de bom depois que se elegeu e todos já sabem quem é e não vou comentar sobre isto, porque existem comentaristas políticos para este trabalho.
O que os governos deveriam fazer e prefeitos era casa em mutirões usando o próprio povo das comunidades fazerem suas casas e depois ser urbanizado isto com pagamento de impostos e custas residenciais normais. (uma ideia apenas)

Neste cenário todo o que entendo é que se só existir pensamento individualista em que cada um pense em si e por si somente e por mais ninguém nada e nem ninguém ira mudar este pais.

Um dia destes vi uma pessoa falando com um candidato a vereador da cidade, você reclama da saúde aqui, mas é um problema do Brasil todo, sim respondo eu é do Brasil todo, mas se cada um fizer individualmente por sua casa, por sua cidade, vai acabar modificando a vida de todos.
A vida é feita de escolha e esta mais do que na hora de escolhermos mudarmos a nossa cultura.

Fica abaixo uma história para refletirem:

O vestido azul

Em um povoado muito pobre de uma cidade distante, morava uma garotinha muito bonita, mas sua mãe parecia não ter muito cuidado e a criança quase sempre andava suja. Além disso, suas roupas eram velhas e maltratadas. A garotinha estudava na primeira série da escola local e certo dia, seu professor ficou sensibilizado com a sua situação. Ele pensou:
_ Como é que uma criança tão bonita quanto essa pode vir tão desarrumada para a escola?
No final daquele mês, assim que recebeu o seu salário, o professor tomou uma decisão: foi até uma loja, comprou um vestido azul e deu de presente à menina. E ela ficou ainda mais linda naquele vestido! Ao ver a filha vestida daquele jeito, a mãe percebeu o quanto era ruim mandar a garota para a escola tão suja e despenteada. Assim, passou a dar banho nela todos os dias, pentear seus cabelos, cortar as unhas, escovar os dentes... Naquele mesmo final de semana, o pai da menina disse à esposa:
_ Querida, você não acha vergonhoso que a nossa filhinha, sendo tão bela e arrumada, more em uma casa como esta toda suja e caindo aos pedaços? Vamos combinar uma coisa: você cuida da faxina e eu, nas horas vagas, vou pintar as paredes, arrumar a cerca e dar um jeito no jardim.
Passado algumas semanas, a casa da família da garotinha do vestido azul se destacava na vila! As flores que enchiam o jardim e a limpeza do quintal eram uma atração para todos que passavam ali. Diante disso, os vizinhos da menina ficaram constrangidos por morar em casas mal acabadas e feias e decidiram também pintar as fachadas, plantar árvores e flores...
Em pouco tempo, toda a vila estava transformada; nem parecia a mesma de meses atrás. Então, um senhor muito influente na região percebeu a dedicação daquela comunidade e achou que ela merecia um auxílio das autoridades locais. Foi até o prefeito e contou a ele tudo o que estava acontecendo. O senhor saiu da prefeitura com uma autorização para formar uma comissão para avaliar quais eram as melhorias que aquela vila precisava. No final do mesmo ano, o chão de terra foi substituído por asfalto, o esgoto a céu aberto foi canalizado, as ruas receberam iluminação pública e até uma bela praça foi construída em frente à igreja.
Vendo aquela vila tão bem cuidada e tão bela, quem poderia pensar que tudo aquilo começou com um vestido azul? O professor tinha apenas a intenção de ajudar a garotinha, mas acabou fazendo um bem muito maior: transformou a vida de uma população inteira!
Quando nós fazemos o bem às pessoas, muitas vezes não percebemos a mudança que causamos. Você já ouviu falar da teoria "Efeito Borboleta"? No ano de 1963, um cientista chamado Edward L. analisou uma teoria que ficou conhecida como "Efeito Borboleta". Segundo ela, o bater das asas de uma simples borboleta poderia mudar o curso natural das coisas e talvez, até provocar um furacão do outro lado do mundo! Já imaginou isso? Por isso reflita: se até o movimento das asas de um inseto tão pequeno, pode, teoricamente, causar tamanhas consequências, será que conseguimos medir o que uma simples atitude nossa, pode influenciar na vida de uma pessoa?

Talvez uma oração, uma palavra amiga, um telefonema, um sorriso, um aperto de mãos, uma lágrima nos olhos etc. Não importa o gesto. Devemos sempre acreditar que pequenas atitudes podem causar grandes transformações! A cada dia Deus nos dá novas chances de fazermos o bem para os outros. A Bíblia diz que "somos cooperadores de Deus" (1 Co 3:9). Ou seja, Ele quer nos usar para realizar Sua obra aqui na Terra. Deus não fará nada que esteja ao nosso alcance, mas Ele nos capacitará para fazermos a diferença neste mundo tão carente de amor!
Fonte: Mensagens evangelicas