O Home Office e ou trabalho em casa vem se expandindo no Brasil com o avanço das tecnologias.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

PONTO DE EQUILIBRIO EM VALOR MONETÁRIO–TRABALHANDO COM VÁRIOS PRODUTOS






 
LEG3_OQueUmContadorsdfghjklG550x300
Fonte: boletim empreendedor



Uma vez conhecidos os resultados de sua empresa trabalhando com previsões de vendas, temos que encontrar o ponto de equilíbrio para conhecer o FATURAMENTO MÍNIMO, necessário para pagar as despesas, sem ganhar nem perder nada.
Para descobrir O PONTO DE EQUILÍBRIO EM VALOR, com a venda de vários produtos diferentes vamos dividir o CURSTO FIXO PELO ÍNDICE MÉDIO DE MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO dos diferentes produtos.





ponto de equilibrio
Fonte: mundo educação







Custo fixo: índice médio de margem de contribuição = ponto de equilíbrio em valor monetário


O resultado dessa conta é o FATURAMENTO MÍNIMO para que você pague as despesas mensais da empresa, sem ganhar nem perder nada.
Agora quando o faturamento mensal fica acima do ponto de equilíbrio, temos que descobrir o resultado para esse faturamento mensal.
Primeiro multiplicamos o faturamento mensal pelo índice médio de margem de contribuição.
Total de faturamento mensal X índice médio de margem de contribuição = total
Tirando o CUSTO FIXO desse valor, vamos descobrir qual será o LUCRO ou o PREJUÍZO DO NEGÓCIO.


TOTAL – CUSTO FIXO = RESULTADO

Vamos ver agora o que aconteceria com o RESULTADO considerando diversos valores de faturamento mensal.


Total de faturamento mensal  X  índice de margem de contribuição = total


EXEMPLOS:


1.000,00  X  0,585  = 585,00
1.500,00  X  0,585 =  877,00
3.000,00 X  0,585 =  1.755,00
6.000,00 X  0,585  =  3.510,00



Subtraindo de cada total,  o custo fixo da empresa chegamos ao resultado. Se for positivo, é o LUCRO; se negativo, o PREJUÍZO.


Total – custo fixo = resultado


EXEMPLOS:


585,00 -  877,50 =  -292,50  (prejuízo)
877,00 – 877,50 = 0  (ponto de equilíbrio)
1.755,00 – 877,50 = 877,50  (lucro)




Fonte: Sebrae