O Home Office e ou trabalho em casa vem se expandindo no Brasil com o avanço das tecnologias.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

VOU FALAR UM POUCO SOBRE EMPREGO


VOU FALAR UM POUCO SOBRE EMPREGO




Estou aqui escrevendo há dias sobre empreendedorismo, mas hoje vou falar agora um pouco sobre empregos, porque eu vi algumas vagas sobre home office.


COMPUTADOR

O que quero falar eu já falei aqui uma outra vez é que não é tão fácil conseguir emprego de home office, mas na verdade nem vou falar muito o que quero fazer para os meus leitores é colocar um site aqui se quiser pode até curtir sua pagina no facebook, esse site ele tem vários cursos online e divulgação de vagas. Onde hoje eles divulgaram várias vagas na Dell, que a mesma tem vagas até mesmo home office.







SEGUE OS LINKS:
 
VAGAS DE EMPREGOS: http://www.portalgsti.com.br/2013/08/69-vagas-dell.html
CURSOS:http://www.portalgsti.com.br/p/cursos-gratuitos-online-no-portal-gsti_27.html
SITE: http://www.portalgsti.com.br/









OS 4 PS DO MARKETING

 OS 4 PS DO MARKETING


polO marketing está apoiado em quatro base, conhecidas como  os 4 PS do marketing: PRODUTO, PREÇO, PONTO E PROMOÇÃO.
 PRODUTO
Seu produto ou serviço deve satisfazer as necessidades do cliente.

 PREÇO
Deve estar de acordo com o mercado e com o valor que o cliente está disposto a pagar.

PONTOpolic
O cliente tem facilidade de encontrar o produto – você oferece conforto para a compra ou uma boa distribuição.

PROMOÇÃO
O cliente percebe que você oferece mais do que a concorrência.

Quem está no mercado tem de encontrar uma relação adequada entre esses quatro componentes do marketing para obter sucesso e eficiência.
É muito comum empresas terem produtos ou serviços ótimos em dois ou três destespoli pontos e falharem nos outros. Quem nunca desistiu de um produto ou serviço pelo simples fato de não conseguir encontrálo no mercado ou porque achou que o preço não estava adequado ao produto ou serviço?
Produto, Preço, Ponto e Promoção devem estar em harmonia. Nenhum destes fundamentos pode faltar.


FONTE: APRENDER A EMPREENDER - SEBRAE

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

MARKETING


MARKETING

Nas postagens anteriores vimos que para obter sucesso em um negócio é preciso conhecer o Mercado. Por isso você recolheu e anotou diversas informações sobre os seus mercados: CONSUMIDOR, FORNECEDOR E CONCORRENTE.

Agora você conhecera um pouco de marketing polichoppara recolher e anotar novos dados. Eles ajudarão você a se planejar para atingir o seu MERCADO com maior eficiência e qualidade.
Usando informações o marketing identifica as necessidades do consumidor e busca a melhor forma de satisfazê-las.
É muito comum confundir MARKETING com PUBLICIDADE ou PROPAGANDA.

Publicidade e propaganda são apenas algumas ferramentas (ver dicionário do empreendedor). O marketing é uma ciência muito mais ampla e inclui tudo o que uma empresa precisa fazer para se destacar no mercado e evoluir.




DICIONÁRIO DO EMPREENDEDOR


FERRAMENTA DE MARKETING

Diz-se dos meios que uma empresa usa para se aproximar de seus consumidores promovendo seus produtos ou serviços. A propaganda, por exemplo, é uma ferramenta de marketing.
MARKETING
Market, em inglês significa mercado marketing nada mais é do que o mercado em movimento. Fazer marketing é acompanhar esse movimento, as oscilações, um novo concorrente que aparece, uma alta de preços, uma nova moda. O mercado não para, e estamos sempre nos transformando e nos adaptando a ele.

Fonte: Aprender a Empreender - SEBRAE

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

A EMPRESA E O MERCADO

 

A EMPRESA E O MERCADO

POLI

O mercado não pára. A economia muda, os interesses do cliente mudam, as condições mudam. O empreendedor precisa estr atento e usar todos os recursos ao seu alcance para acompanher este movimento.

po

 

 

 

Fonte: Aprender a empreender – SEBRAE

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

O MERCADO FORNECEDOR


O MERCADO FORNECEDOR


Assim como você , sua empresa também se alimenta. Por isso muito cuidado na hora de escolher os fornecedores que vão “alimentar” sua empresa com matérias-primas ou mercadorias.
O trabalho com seus fornecedores é um trabalho de parceria. Qualidade, preço e regularidade sçao fundamentais para garantir a saúde de sua empresa.

Se o fornecedor entregar fora do prazo, ou não tiver capacidade de entrega, você vai ter problemas na produção ou pode não ter o que oferecer ao consumidor. Se o preço for muito alto, sua mercadoria pode ficar muito cara. Se a qualidade do fornecedor cair, a sua cai junto.


policho











Por isso é importante conhecer seu MERCADO FORNECEDOR.
  • Quem são seus fornecedores?
  • Onde estão?
  • Qual a capacidade de fornecimento?
  • Quais as condições de venda?
  • Que alternativas você tem numa emergência – se o fornecedor falhar, por exemplo?

Fonte: APRENDER A EMPRENDER - SEBRAE 

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

O MERCADO CONCORRENTE

 

O MERCADO CONCORRENTE

prod

O que faz o CONSUMIDOR escolher a sua empresa e não a do seu concorrente que oferece produtos ou serviços iguais ou parecidos?

Para saber a resposta, vocÊ precisa conhecer melhor seu MERCADO CONCORRENTE. Fazer como o sonsumidor faz no dia-a-dia: antes de escolher um produto ou serviço o consumidor PESQUISA o mercado e vê as vantagens e desvantagens de cada concorrente.

 

Eis algumas respostas que você deve saber:

Quais as empresas estão disputando mecado com você?

Quantos são?

O que oferecem?

Quais as vantagens e desvantagens de cada uma em relação a sua empresa?

“Um bom concorrente é um ótimo professor. Procure observar os erros e acertos de cada concorrente e aprender com eles para conquistar consumidores.”

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

COMO CONHECER O MERCADO CONSUMIDOR ULTIMO PASSO.

  
 
QUARTO PASSO: IDENTIFICAR ONDE ESTÁ O SEU MERCADO


Finalmente, descubra onde está o seu mercado consumidor, ou seja, o espaço onde você atua ou pretende atuar.:

produ
  • Qual o tamanho da área onde você atua ou pretende atuar?
  • É apenas a sua rua?
  • O seu bairro?
  • A sua cidade?
  • Os pais ou todos os outros países?
  • Seu cliente vai encontrar você facilmente?


Fonte: Aprender a empreender - SEBRAE







terça-feira, 13 de agosto de 2013

COMO CONHECER O MERCADO CONSUMIDOR CONTINUAR…


TERCEIRO PASSO: IDENTIFICAR O QUE ESSAS PESSOAS A COBRAR
  • polic O preço?
  • A qualidade?
  • A marca?
  • A garantia?
  • O prazo de entrega?
  • O prazo de pagamento?



Fonte: Aprender a Empreender – SEBRAE      Continue…

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

COMO CONHECER SEU MERCADO CONSUMIDOR – CONTINUAÇÃO

 

COMO CONHECER SEU MERCADO CONSUMIDOR – CONTINUAÇÃO

SEGUNDO PASSO: Identificar Atividades, interesses e opiniões.

Pense no seu próprio negócio e descubra o comportamento do seu mercado consumidor:

polO que seu cliente considera importante no seu produto ou serviço?

O que ele gosta de fazer?

Como utiliza o tempo livre?

O que os consumidores não consideram importante no seu produto ou serviço?

De que forma esse público pensa e como ele age?

Fonte: Aprender a empreender - SEBRAE

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

COMO CONHECER SEU MERCADO CONSUMIDOR - PASSO A PASSO


Conhecer o seu mercado consumidor é muito importante para tornar seu produto mais adequado e mais atraente para quem compra.

PRIMEIRO PASSO: IDENTIFICAR CARACTERISTICAS GERAIS.
produ
Para conhecer o seu mercado consumidor o primeiro passo é descobrir quais as NECESSIDADES, PROBLEMAS E CARACTERÍSTICAS da maioria das pessoas que estão nesse mercado e consomem seus produtos ou serviços. 

Eis algumas características que podem definir o perfil do seu cliente.
No caso de serem pessoas físicas:
  • Qual a faixa etária?
  • Na maioria são homens ou mulheres?
  • Teêm uma familia grande ou pequena?
  • Qual o seu trabalho?
  • Quanto ganham?
  • Qual a escolaridade?
  • Onde moram?
No caso de seu cliente ser pessoa jurídica – Empresa:
  • Em que setor essas empresas trabalham?
  • Que tipo de serviço ou produto elas oferecem?
  • Quantos empregados elas possuem?
  • Há quanto tempo estão no mercado?
  • Ela possui filiais?
  • Qual é o faturamento?
  • Qual é a capacidade de pagamento?
  • Qual é a imagem dela no mercado?

Fonte: apreender a Empreender - SEBRAE
                                                                  Continua….

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

O CONSUMIDOR


Para que você possa montar um negócio você tem que conhecer o seu consumidor para não oferecer a ele produtos do qual o mesmo não gosta.




É importante conhecer bem os seus clientes saber seus gostos e necessidades.
Se você oferecer aos seus consumidores produtos ou serviços que não lhes interessam eles não comprarão e seu negócio provavelmente não irá muito longe.


CONHECENDO O SEU MERCADO
Você tem muitas maneiras de descobrir o que o seu consumidor quer.


Dependendo do produto ou serviço que você oferece ou pretende oferecer, O MERCADO CONSUMIDOR pode ser formado por:
1. PESSOAS (que são pessoas físicas);
2. E/OU EMPRESAS (as pessoas jurídicas).


Fonte: Aprender a Empreender – SEBRAE


Na próxima postagem estarei falando sobre como conhecer o mercado consumidor. Até lá….
Tenham um bom dia.







quarta-feira, 7 de agosto de 2013

MERCADO, O MAPA DA MINA


MERCADO, O MAPA DA MINA


 
 
empConsumidores, fornecedores e concorrentes só existem quando pessoas ou empresas procuram produtos ou serviços e outras pessoas ou empresas oferecem esse mesmo produto ou serviços. A relação entre a oferta e a procura de produtos ou serviços é o mercado.







COMO CONHECER OS SEUS MERCADOS: empre
1º PASSO: Estar atento às oportunidades.           
Estar atento as oportunidades nada mais é você conhecer uma necessidade no ambiente onde você vive, observando o possível mercado consumidor.
2º PASSO: Conhecer os valores e as necessidades do mercado consumidor.


Você tem que estudar seu público e descobrir o que é importante para eles. Seja, no seu bairro ou na sua cidade, identificar se existe a falta de uma padaria, por exemplo, de uma farmácia, de uma assistência técnica de consertos de eletrodomésticos, ou outro tipo de coisa que se faz necessário para suprir a necessidade básica ou não dos indivíduos desta localidade.
Básica: por ser artigos de consumo direto, exemplo: Alimentos ou remédios.
Não básica: Por ser coisas de consumo maior, exemplo: carro, computador, etc.
Vemos uma explicação melhor para isto no texto Relações Interpessoais - as Necessidades Básicas Do Ser Humano – Maslow. Caso queiram conhecer melhor é só clicar no link grifado na frase.


 
polic  
3º PASSO: Organizar-se para atender o mercado consumidor.

   Defina uma meta  para abrir o seu negócio e de um prazo cumprir sua meta.
    Em seguida pesquise o mercado fornecedor para ter sua matéria    prima. `
    Planeje o negócio criando condições para que ele exista.
    Tome uma iniciativa assuma um novo papel no mercado e abra    sua    empresa.



polich
4º PASSO: Identifique o mercado concorrente.



Você identificando o mercado concorrente fica mais fácil para atender o seu público alvo, caso não tenha concorrentes é melhor para você construir seu negócio, pois você será o único no mercado para atendê-los, ou seja, quanto menos concorrentes maiores a necessidade de seu mercado e suas chances de criar seu negócio.

Fonte: Apreender a Empreender - Sebrae

                                                                                                             Continue......
 
 













terça-feira, 6 de agosto de 2013

COMPORTAMENTO EMPREENDEDOR



COMPORTAMENT0 EMPREENDEDOR

ESTABELECIMENTO DE METAS

empree 

Para o empreendedor toda meta deve ser desafiante.
ESTABELECER UMA META é muito importante, pois
polllespecificar as condições, o tempo e aonde se quer chegar é um 
dos primeiros passos para o sucesso.



 Para atingir sua meta é interessante criar estratégias. 


Para seu objetivo se transformar em uma
meta você precisa saber aonde quer chegar
e definir como e quando chegar.
Fonte: Aprender a Empreender - SEBRAE


 
escov









Continue:


 


    

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

UMA NOVA ORDEM MUNDIAL PARTE II





Em continuação a postagem do dia 03 de agosto de 2013, vou continuar falando sobre esta nova ordem mundial e as conseqüências destas mudanças no Brasil.
 
globa
Imagem do Site portogente.com.br/
Para ajustar o passo com o resto do mundo, o País precisou mudar. Empresas de todos os tamanhos e setores tiveram que se modernizar para poder competir e voltar a crescer. O governo deu ínicio a uma série de reformas reduzindo sua interferência na economia. Com o controle da inflação e o ajuste econômico, em poucos anos o País ganhou estabilidade, planejamento e respeito. A economia começou a crescer.





glob
Imagem do Site:.portalwebmarketing.com
Só no ano 2000, surgiram quase um milhão de novos postos de trabalho. Investidores de outros países voltram a aplicar seu dinheiro no Brasil e as exportações aumentam . Ano a ano, as micro e pequenas empresas ganham mais espaço e importância na economia.
poliii 

po
Hoje, de casa 100 empresas brasileiras, 98 são micro ou pequenas empresas. Juntas elas empregam quase 40 milhões de trabalhadores, mas da metade de toada a mão-de-obra do País. Os números são grandes, mas o espaço para crescimento é ainda maior. O futuro é promissor e cabe, a cada um de nós, fazer dele uma realidade. É hora de se preparar!

Fonte:  Aprender a Empreender - Sebrae. 

Continue

domingo, 4 de agosto de 2013

ABRINDO UM PARÁGRAFO


ABRINDO UM PARÁGRAFO 
poli
 
Abrindo um parágrafo antes de continuar com as informações de empreendedorismo.
 
Para quem esta chegando agora e até mesmo os meus leitores antigos você pode ficar se perguntando se o seguimento deste blog é trabalho em casa o que tem haver com empreendedorismo, porque há alguns dias venho postando informações de um livro do SEBRAE sobre empreendedorismo. O que tem haver é o seguinte em um mundo em que vivemos em amplo crescimento globalizado, ainda no nosso Brasil estamos em passos curtos sobre o teletrabalho você pode notar isto fazendo uma pequena pesquisa em sites de empregos ou jornais a história é a mesma você não encontra vagas de emprego de home Office ou trabalho em casa você encontra somente poucas informações e links que te leva a questões como trabalhe em casa envelopando, clicando em links e tantas outras coisas, sem sentido, mas nada como vaga de auxiliar de escritório, por exemplo, para trabalhar em casa via home Office realizando procedimentos de escritório procedimentos estes como: uso de pacote Office, controle de rotinas da empresa, contas a pagar e receber, contabilidade, atender fornecedores e clientes, etc. Este é um exemplo na área administrativa de escritório, mas têm muitos outros como, por exemplo, de informática: digitador, programador, suporte. Por quê?  
policho 
 
Ainda não temos uma resposta concreta sobre tudo isto. São poucas empresas que tem estas contratações sendo em sua maioria área de telemarketing empresas essas que já até citei aqui no blog através de algumas poucas postagens.
 

Enfim o que quis lhes dizer aqui é que as maiorias das empresas ainda não divulgam vagas de home Office nem na internet e nem em jornais de empregos. E ainda estamos longe de conseguir que este quadro mude. O que devemos fazer? Sentar e aguardar? Ou criar algo diferente, então eu tive a ideia enquanto não tenho nenhuma vaga para divulgar para os meus leitores, vou escrever sobre empreendedorismo, onde quem sabe aqui como sei que tenho leitores super inteligentes vocês poderão através destas dicas empreenderem e em um futuro próximo me enviar vagas de home Office para postar aqui e assim terei vagas para divulgar. Pense nisso queridos leitores. 

empre

Então vamos nessa vou continuar escrevendo aqui o que ocorreu com o Brasil com a chegada da Globalização e terceirização de serviços. Segue na próxima postagem
















sábado, 3 de agosto de 2013

UMA NOVA ORDEM MUNDIAL

 Uma nova ordem mundial


Até 1980, ninguém dava muita importância para empresas com menos de 100 funcionários. Só nas duas últimas décadas do século XX, quando as grandes empresas começaram a diminuir seus custos e o número de empregos, é que as micro  pequenas empresas começaram a crescer, fornecendo diversos produtos e serviços para as grandes.
Era o processo de terceirização, que se espalhou por todo o mundo, aumentando a importância dos pequenos negócios para a economia dos países.

poO mundo está menor; os  diminuem e as
micro e pequenas empresas
ganham importância.”








No mesmo período, a evolução tecnológica encurtou as distâncias e  facilitou o acesso a informação. Hoje em poucos segundos, uma empresa da Tailândia, que fabrica rádios de pilha para a Índia, pode fazer um pedido de parafusos para uma empresa, no interior do Brasil.
Este processo de diminuição de distâncias e quebra de barreiras comerciais entre nações é chamado de globalização.

Foi mais ou menos isso que aconteceu no Brasil, na década de 1990, durante a abertura da economia. a entrada de produtos importados ajudou a controlar os preços, uma condição importante para o País voltar a crescer, mas trouxe problemas para alguns setores que não conseguiam competir com os importados, como foi o caso dos setores de brinquedos e confecções. Fonte: Aprender a empreender – SEBRAE.

 
       polic 
                                                                                                
                                                                                              Continua…..






sexta-feira, 2 de agosto de 2013

A EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA PARTE III


CURSOS













A EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA PARTE III









Para estar ainda mais perto de você, o SEBRAE abre uma nova porta para esse conhecimento: a educação a distância, que leva o SEBRAE até o seu negócio, seja ele qual for, e esteja aonde estiver. Por meio dos programas em vídeo, de um manual de participante, e cursos via internet, onde você vai entender melhor o funcionamento do seu negócio e as razões da maior parte das dificuldades que as empresas enfrentam.


Ampliar o suporte que o SEBRAE oferece ao empresário da micro e pequena empresa é uma forma de contribuir com o crescimento econômico do País. Nos últimos 20 anos o papel e a importância das micro e pequenas empresas, em todas as economias do mundo, não deixam dúvida: o futuro depende delas.


 
A educação a distância é uma das formas escolhidas pelo SEBRAE para cumprir a sua meta de estar cada vez mais perto do empreendedor, dando suporte e informações que possam ajudar o empresário da micro e pequena empresa a ter sucesso.